Caminhos da Italia Campania Real Time Analytics
Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Campania

Campania 

É de conhecimento mundial que o dialeto napolitano seja mais conhecido que a língua italiana. Não tem como não se maravilhar, pois a música é uma linguagem universal e as palavras que a compõe são fáceis de lembrar. As músicas napolitanas são conhecidas no mundo inteiro. Quem não ouviu ou cantou “O sole mio”?

Contudo, esta difusão de dialeto napolitano esconde outra verdade: o napolitano não é um dialeto, ele é uma verdadeira e própria língua, que exprime e veicula uma cultura autônoma, formada e consolidada no decorrer dos séculos.

Nápoles, afinal das contas, faz a história sozinha. É por isso que é tão conhecida, amada e visitada: pois é uma cidade única no mundo, com características próprias e não repetidas, que encanta todos os que permaneçam ali, mesmo se por um breve período. E não poderia ser diferente com a beleza de seu mar, o encanto da sua história, a simpatia de seu povo, a beleza das muitas arquiteturas de todos os tempos e de todos os estilos que embelezam a cidade. Um deslumbramento e uma capacidade encantadora que se encontra em toda a Campania, região cuja capital é Nápoles: nas esplêndidas ilhas napolitanas: Capri, Ishia, Procida, na espetacular Costa Amalfitana, no magnífico Palácio Real de Caserta, nos lugares arqueológicos de Pompéia, (Provincia di Napoli), de Paestum (Provincia di Salerno) e nos tantos outros belos centros da Campania. Não é por acaso que os antigos chamavam esta terra de “felix”.

 

Símbolo


Território

A região fica defronte ao mar Tirreno e inclui uma das mais lindas costas da Itália. O interior é essencialmente montanhoso; com maciços irregulares despontando aqui e ali em vales e planícies.

No golfo de Nápoles e Salerno, pode-se admirar maravilhosas e encantadoras ilhas: Capri, Isquia e Procida.

 

Cidades

Nápoles (Napoli) é a capital regional. Outras cidades importantes são: Caserta, Benevento, Salerno e Avellino.

 

Arte

A Campania é extraordinariamente rica em relíquias de antiguidades clássicas que podem ser encontradas em Herculano, Pompéia, Paestum e Cuma. Anfiteatros, arcos triunfais, vilas, pontes e túmulos dos tempos do Império Romano são numerosos e dignos de visitas. A arte paleolítica está presente em Nápoles e Nocera, enquanto espécimes arquiteturiais da época longobarda podem ser encontrada em Cápua e Benevento. Catedrais no estilo Bizantino e Árabe Normando são numerosas e importantes. O Palácio Real de Caserta é a mais impressionante expressão do Barroco.

 

Museus

Em Nápoles: O Museu Nacional, que aloja uma da mais importantes coleções arqueológicas do mundo (estátuas dos grandes mestres Gregos: Policleto, Lisippo e Prassitele); mosaicos e murais de Pompéia; a coleção de jóias, pequenos bronzes, utensílios domésticos. No Museu Galerias de Capodimonte, turistas podem admirar obras primas de todas as épocas, por Ticiano, Michelangelo, Raffaelo e Caravaggio; esculturas, tapeçarias e cerâmicas. O Museu Nacional de San Martino tem seções históricas, artísticas e monumentais. Em Benevento, o Museu do Sannio abriga uma importante sala arqueológica com relíquias samiticas, itálicas, italiotas, e uma interessante coleção de moedas com raridades de ouros dos príncipes longobardos. Preciosas obras de arte podem ser admiradas no Museu da Catedral e no Museu Provincial em Salino.


A serem visitados

A esplêndida costa Amalfitana; as ilhas maravilhosas de Capri e Ischia; a Vila Imperial de Capri; o Palácio Real de Caserta com esplêndidos jardins; Herculano e Pompéia.

 

Napoli

 Napoli

No século XVII Nápoles reinava como indiscutível capital cultural da Europa. De fato, mais de 40% das obras de arte italianas encontram-se aqui. Dentro do Museu nacional de Arqueologia encontra-se uma grande coleção de peças manufaturadas, esculturas e mosaicos que lembram o seu passado como também o de Roma, Grécia, Egito, Pompei e Hercolano. Suas músicas e suas canções a definiram como a cidade do sol: Nápoles a pátria do “teatro dell’opera San Carlo” o mais antigo teatro da Europa, em funcionamento desde 1737. Arquitetonicamente a sua maior jóia é a “Galeria Umberto”; a sua elegante cúpula de vidro com seus arcos hospeda hoje lojas e restaurantes. Nas vizinhanças, a vasta “Piazza del Pebliscito” abarca o Palácio Real e a igreja de “San Francesco da Paola”. No final do dia, o sol brilha sobre as torres da fortaleza “Del Maschio Angioino”.

 

 

Províncias: Avellino, Benevento, Caserta, Napoli, Salerno.

Sites relacionados: Regione Campania

Assuntos relacionados: Associações italianasArquivos de Estado - CampaniaSabores da Itália - Campania

Fonte: ENIT - Agência Nacional Italiana de Turismo


Sobrenomes italianos