Real Time Analytics
Avaliação do Usuário
PiorMelhor 
 

Arquivos Públicos no Brasil

 

Arquivo Histórico de Minas Gerais

Possui pesquisa on-line. Informações sobre imigração italiana, colonias de imigrantes no Brasil, listas de navios, lista de passageiros italianos chegados de diversos países, registros de casamentos e batismos na Igreja Madre de Deus do Angu, Angustura, Além Paraíba de 1840 a 1864, registro de batismos na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, Piacatuba e Leopoldina no século XIX e alguns registros de óbitos do Cemitério da Trindade do Santíssimo Sacramento - Além Paraíba, Cemitério de Santana de Pirapetinga, Cemitério de Santo Antonio do Aventureiro e Cemitério Nossa Senhora do Carmo - Leopoldina.
 
 

Arquivos Municipais do Estado do Rio Grande do Sul

 

Arquivo Nacional

O acervo disponibiliza pesquisas sobre imigração e colonização promovidas pela União e por empresas e/ou particulares, informações sobre recadastramento de estrangeiros, dados relativos a naturalização e expulsão e informações relativas à entrada de imigrantes nos portos brasileiros.

 

Arquivo Público do Estado do Espírito Santo

Possui pesquisa on-line. O grande predomínio da imigração italiana no Espírito Santo deu-se entre os anos de 1874 a 1895. O acervo possui cópia digitalizada de 444 passaportes do Reino da Itália e outros seis passaportes de imigrantes da atual região do Trentino Alto-Adige (Tirol Italiano) que na ocasião estava sob o domínio da Áustria.
Também estão disponíveis para consulta 3.289 italianos que foram registrados nas listas de embarque dos navios de Gênova, mas que não embarcaram no navio indicado(possivelmente seguiram para outros destinos), além desses, o acervo possui o registro de 1.661 italianos que seguiram para outros estados do Brasil, constando ainda referência a 2 crianças de pais italianos nascidos a bordo. A Hospedaria dos Imigrantes da Pedra D'Água foi inaugurada em 1889, os imigrantes que chegaram ao Porto de Vitória até 1888 não passaram por esta hospedaria, o desembarque se dava diretamente no Porto de Vitória e os alojamentos, quando existiam, ficavam localizados em barracões improvisados nas circunvizinhanças da capital ou então as famílias seguiam diretamente para as colônias.

 

Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul

O acervo documental constitui-se de  livros de registros de nascimentos, casamentos e óbitos, entre os anos de 1929 a 1975 e também de processos de habilitação de casamento, datados de 1890 a 1985. Além da relação de arquivos municipais do Estado do Rio Grande do Sul.  

 

Arquivo Público do Estado de São Paulo

Além da pesquisa on-line o arquivo público fornece Certidão de Desembarque com base nos livros de registros das antigas Hospedarias de imigrantes de São Paulo (1882 a 1958) e também com base nas listas de Desembarque do Porto de Santos (1888 a 1978) e o registro de estrangeiros com base nas fichas de registro da delegacia especializada de estrangeiros da capital (1939 a 1984).

 

Arquivo Público do Paraná

Pesquisa on-line de imigrantes.O banco de dados de Registros de Imigrantes é constituído de 97.727 registros de desembarques no Porto de Paranaguá, entre os anos de 1876 à 1879 e 1885 à 1896. Constam neste banco de dados, informações provenientes dos livros de registros de desembarque, livros de registros em hospedarias e livros de registros de entrada em núcleos coloniais do Paraná.
 


Arquivo Público Mineiro

O acervo dispõe de registros de imigrantes entre 1888 e 1901.


Hospedaria de Imigrantes da Ilha das Flores - Rio de Janeiro

Ilha das Flores foi a primeira hospedaria de imigrante a ser fundada no Brasil, em 1879, funcionando até 1966. Recebia imigrantes vindos de vários continentes e que desembarcavam no porto do Rio de Janeiro.

 

Museu da Imigração do Estado de São Paulo

O acervo conta com mais de 87 mil imagens que documentam a história da imigração no país.
  • Cartas de chamada - Documentos que declaravam uma garantia de auxílio ao imigrante que pretendesse se juntar à sua família já instalada no Brasil;

  • Cartografias - Mapas e plantas referentes a núcleos coloniais, plantas da antiga Hospedaria de Imigrantes e do Museu da Imigração;

  • Iconografias - Banco de imagens da Hospedaria de Imigrantes, cartões postais, fotografias de viagens e retratos dos imigrantes;

  • Jornais - Publicações de colônias de imigrantes no Brasil, com edições entre os anos de 1886 e 1987;

  • Registros de matrícula - Dados do livro de registro das pessoas que passaram pela Hospedaria de Imigrantes, lista de desembarque;

  • Requerimentos SACOP - Documentos que solicitam restituição das despesas de transporte dos imigrantes até a chegada ao Brasil.

 

 

 

 

Sobrenomes italianos